Você que me lê, me ajuda a nascer.

sexta-feira, junho 06, 2014

Tempo.

Coisas miúdas. 
Olhar no espelho por horas, experimentar roupas, ouvir músicas, dançar vendo um show, acender velas, arrumar papeis, fazer a unha, escrever cartas, escrever longos emails, lavar roupa, fazer uma salada, limpar o quarto, pregar um botão, costurar um furo da roupa, remendar calcinha preferida, ver fotos, ligar pra mainha, atender mainha, mandar mensagem pra mainha, dormir de tarde (sem despertador), ver um documentário, repetir o show pra dançar de novo, arrumar o guardarroupa, doar roupas, trocar as fronhas, olhar pela janela, tirar fotos, conversar com Laisa, ler o jornal, gritar "canalha", paquerar o da outra, conversar com o porteiro, comer bombom de cupuaçu, fazer chá de camomila, escrever no blog, ler o blog, inventar penteados, cantar música.
Pecadinhos.
São Paulo tá olhando, toma cuidado. Ele castiga quem perde tempo.

3 comentários:

Azul Rasgado disse...

Pecadinhos: linda.

Azul Rasgado disse...

Bem aventurados os que podem. Privilégio.
Se bem que tem gente que pode e não se dá ao luxo, pobres de espírito. A vida se esconde - ou é - nisso aí. Eu não quero mais nada.

Migh Danae. disse...

Nem eu, nana. Nem eu. Se bem que eu não escrevi ali "conversar mais Isa".