Você que me lê, me ajuda a nascer.

sábado, fevereiro 12, 2011

O meu corpo? O que ele diz?
Diz trejeitos
Diz requebros
Diz palavras embaladas
Canta pontos
Saúda meus santos e santas
O meu corpo?
É desenhado
Geografado de sonhos e suspiros
De dores e gemidos
Dissabores
O meu corpo?
Nele eu me enrosco
Dentro dele acalanto
Me encontro de encanto
Me encanto no recanto
Reconto
O meu corpo?
É meu
E quem mais eu quiser (só quem eu quiser!)
E quando
Porque é só nele que eu acredito.
Meu corpo, meu pedaço de vida.

Versinhos escrevinhados ao som das palavras de professor Munanga, numa dessas aulas, dia 20 de setembro de 2010.

10 comentários:

Anônimo disse...

Também quero geografar-te.

Migh Danae. disse...

Seria bom saber quem é que quer fazer isso comigo.
Ehe.

Anônimo disse...

Não tenho pressa para me revelar: quero que te apaixones primeiro pelas minhas palavras, como eu me apaixonei pelas tuas. Me vendo, talvez tu não me queiras - vai que eu não seja do teu gosto (embora sejas - e muito- do meu). Mas teu poema, belo, belo, já me faz parte de ti, já que já vives em mim.

Migh Danae. disse...

Pode parecer que não, mas eu também não tenho pressa. Só queria saber quem era porque "querer geografar-me" é um pedido e tanto para ser feito por um desconhecido.
Apaixonar-me por tuas palavras? Bom, isso não é difícil. Sou muito pega pelas palavras.
Não sei o que faria tu não ser do meu gosto. Pra qualquer coisa, o que eu não gosto é mentira.
Só isso,

Anônimo disse...

Não sei porque falas em mentira: a verdade é o encantamento e é bem provável que eu não seja um desconhecido, talvez aqui, ao alcance da tua mão. Me chame de X, de Rui, de qualquer coisa. Talvez não gostes da minha cor (como gosto tanto da tua), não por preconceito ou coisa assim, mas simplesmente por não apreciar, por não te maravilhar os sentidos e o coração. Amarias, acordarias desejosa ao meu lado, desenharias meu corpo e minha pele - como em meus sonhos já desenhas - teria filhos e filhas comigo sendo minha pele feita do leite mais aguado, quase sem vida, buscando a tua?

Migh Danae. disse...

Não.

Migh Danae. disse...

Mas isso não impede de nos conhecermos.

Migh Danae. disse...

(sinceramente, eu prefiro que você escreva para mighiandanae@yahoo.com.br)

Migh Danae. disse...

Sumiu...

Migh Danae. disse...

Quem é?