Você que me lê, me ajuda a nascer.

terça-feira, setembro 22, 2009

Eu canto.

Não resisti quando vi essa menina preta Roubei pra mim. Lembrei quando mainha penteava meu cabelo pra ir à escola e eu ainda nem sabia que ia precisar usar óculos, precisava sentar bem na frente e minhas colegas lá do fundo reclamavam do meu cabelo, davam risada dos meus pompons. E eu tinha - ou tenho? - um narizinho assim, mainha falava que era narizinho que o boi amassou Não sei de onde ela tirava essas coisas. Mas ela é mãe, não precisa se explicar. Liiiindo.

2 comentários:

Maria disse...

Olá!
Quando voce pensa que não tem mais saida,encontra seu BLOG!!
Sempre uma paz ler o que você nos deixa aqui!!

Bons ventos!!

Migh Danae. disse...

Engraçado... acho que vou ler meu blog mais vezes... quem sabe assim eu acho uma saída??
Obrigada!