Você que me lê, me ajuda a nascer.

segunda-feira, abril 20, 2009

O corpo.

De tanto ler Foucault fico maluca. Mas só uma certeza eu tenho: só o corpo é real. E de mais a mais, eu ouvi esse elogio hoje: você é a única mulher que dosa muito bem entre o que quer as mulheres de hoje e o que queriam as mulheres da década de cinquenta Não vou explicar, pensem o que quiserem.

2 comentários:

Mjiba disse...

Eu sei mas não vou contar aqui, assim..te conto pessoalmente...haha...

Migh Danae. disse...

Sabe nada, sabinadaaaa!