Você que me lê, me ajuda a nascer.

terça-feira, setembro 16, 2008

Eleições 2008.

E eu que não tenho tempo de assistir TV, ouço minhas crianças comentando o horário político. professora, o Maluf disse que é meio rico e meio pobre No que a outra emenda meio pobre de consciência, né? E uma outra mocita o Kassab fica dizendo por aí que construiu um monte de AMA. Mas de que adianta construir, se não tem médico? Fiquei só calada ouvindo as discussões pipocando, as crianças defendendo esse e essa ou atacando esse e essa, exercendo enfim, seus direitos de escolha, de debate. Mais engraçado foi quando eu expliquei o que era democracia. Eu disse alguma coisa sobre poder do povo, e todos e todas começaram a rir. Me perguntaram em que país tem democracia, professora? Mas aí expliquei que a gente votava e não cobrava, que a gente era responsável. No que vem uma e me sapeca mas minha mãe trabalha o dia todo, como é que ela vai ter tempo de ir lá na câmara reclamar? Aí a outra me mata a escravidão acabou, professora? Eu disse, é isso, é um círculo vicioso, blá, blá, blá. Depois dizem por aí que criança não sabe das coisas.

2 comentários:

Portrait disse...

Oláaaaaaaaa
Retribuindo a visita....e curti a cara do seu blog e já estou devorando os posts... sábios alunos...

boa semana

se cuide

Migh Danae. disse...

E tem gente que acha ruim por que eles e elas falam taanto...