Você que me lê, me ajuda a nascer.

sexta-feira, junho 20, 2008


criança criança em qualquer canto
Ciudad del Este, rodoviária.

2 comentários:

Anônimo disse...

No na sua página há muitas pontos interessantes, mas a primeira frase, "criança criança em qualquer canto", fez-me lembrar de um livro esplendido "O pequeno princípe", que por coincidência o relir a pouco tempo e me marcou profundamente. No livro o autor procura mostrar o qto perdemos ao deixar a criança q mora dentro da gente ir morrendo lentamente ou rapidamente! E depois tornamos adultos q apenas nos ocupamos conosco mesmo.

Migh Danae. disse...

Tem o filme também com o mesmo nome do livro, senhor Anônimo. Eu gosto, achei legal e passei na sala para as crianças assistirem.
Felizmente, ainda sou uma criança. E você?