Você que me lê, me ajuda a nascer.

domingo, junho 10, 2007

Ensaio.

Percebo que a cada dia que passa esse lugarzinho aqui é mais um lugar onde eu ensaio, eu finjo, produzo e brinco, do que um lugar para se levar a sério, no sentido de blog-diarinho. Meus escritos, cada dia, ganham cara e roupas novas, acho que tou gostando disso. Todos os dias, as surpresas me aparecem sorrindo. E eu, que nada mais tenho a fazer, me satisfaço, os dias têm vinte e quatro horas e eu tenho toda a felicidade aqui, dentro do peito. Fecho os meus olhinhos e recebo o carinho do vento, do dia inteiro, da vida que respira, aqui dentro e lá fora, é por mim que as flores nascem no outono, é por mim que a cidade feia sorri no feriado, é por mim que as pessoas ainda acreditam no amor. Vou ficar aqui sossegadinha, não quero entender as coisas, só quero viver. Vida, é pra viver, olha o nome, sobrenome e adjetivo aí, gente!

2 comentários:

Ailton Junior disse...

uma critica: gostei do seu texto até a hora que você falou "aí, gente!"

ficou meio Ana Maria Braga... mas eu entendo, eu entendo... hehehe.

Migh Danae. disse...

Bobo...
Sabe, era pra você lembrar de algum samba-enredo, do tipo "Olha a Beija-Flor, aí, gente!"
Ehehehe...
Depois que a Ana Maria foi pra Globo, nunca mais a vi. Então, te juro, não copiei!
Besos, te adoro.