Você que me lê, me ajuda a nascer.

sexta-feira, abril 13, 2007

Videolarigolongia.

Não consegui. Eu, tão forte, que nem faço cara pra injeção, sugestionada que fui, travei e não consegui fazer a tal da video. Parecia divertido, mas me apavorou. Deixa pra lá, senão eu choro. O mais legal de tudo foi, no meio da tristeza e da baixa estima, mandar um sms falando de tpm e receber uma mensagem de volta, no meio da noite, falando que tinha adorado tudo aquilo. Ehehehe, fechei os olhinhos e voltei a dormir, com um sorriso de verdade no rosto. Depois de velha, comecei a gostar de matemática. É mesmo uma coisa muito legal, não era conversa da minha professora. Das minhas professoras, por que todas elas me diziam e eu não queria acreditar. Eu só queria saber mais, pra falar mais de matemática, com mais paixão e segurança. Aconteceu uma coisa chata, mas já passou. Queria ser menos apegada, mas olho para os meus livros, eu normalmente compro livros que não consigo na biblioteca, mas eu gosto de tê-los, eu gasto dinheiro com livros, tanto dinheiro, e depois pra comprar um guarda-roupa eu passo anos, sem hipérboles, fazem quase 2 anos que preciso de um e não consigo comprar, é isso, mas livro e cd e dvd eu compro de olho fechado, vai entender, mas eu queria me desapegar de tudo isso, deixar aí, como fazem pessoas que conheço. Meu ponto fraco. Pronto, disse. Você sempre pensa que as pessoas vão se consertar quando tu dá um pé na bunda delas, essas coisas. Mas a vida vem e te ensina que não é assim, não é no seu tempo, tem tanta gente que perde o trem, te perde, perde tanta coisa, é isso, então se acalma, se acomoda, dá um tempo, eu acredito ainda nisso, que as pessoas acabam se ferrando ou se dando bem e depois de um tempo a ficha cai, uma hora cai, sei lá, é bobagem tudo isso, mas eu sigo acreditando. Pra mim sempre deu certo. Quem ri por último ri melhor. Mesmo atrasado.

6 comentários:

falasééééério disse...

tá certo, a vingança é o melhor perdão.

Migh Danae. disse...

Muito inteligente pra quem eu acho que escreveu.
Mas tudo bem, a gente sempre se surpreende.

falasééééério disse...

Não se surpreenda, não sou quem vc pensa. Não adianta vasculhar seus arquivos mnemônicos, não estou ali. Vc me evocou, eu sou um ghost in your machine

Migh Danae. disse...

Um: você vem sempre aqui;
Dois: você é realmente inteligente (pessoas inteligentes me fascinam, então por favor, me diga se és um homem, pelo menos continuarei com minhas convicções heterossexuais - mesmo que isso não queira dizer nada);
Três: Se eu te evoquei, isso quer dizer que eu vou me dar bem nessa, ou seja, você pode fazer alguma coisa por mim?

Besos,

falasééééério disse...

Um: não sou inteligente, sou um gênio;
Dois: na minha condição de entidade, sou asexuado. Eu sou o embrião do seu sonho, a célula-tronco do possível, semente de toda ilusão e toda felicidade;
Três: peça 3 desejos.

(alerta do metaprocon: cuidado! todo desejo é sujeito à realização, contudo em tempos e espaços imprevisiveis. Os outorgantes não se responsabilizam portanto por acontecimentos em tempos e lugares indesejados)

Migh Danae. disse...

Estou começando a me animar.
Um: Que você se revele (não, você não é mesmo quem eu estava pensando, aha);
Dois: Que você more em São Paulo;
Três: Que você, no final das contas, não seja um chato;