Você que me lê, me ajuda a nascer.

segunda-feira, setembro 25, 2006

O fantástico mundo de Bob e coisa e tal.

Engraçado hoje quando um aluno meu me perguntou, depois de um bate-papo sobre a guerra idiota no Iraque, se "armas de destruição em massa" eram metralhadoras com cimento seco na pontaria. Mundo de Bob perde feio. Emmet Ray. Alguém ouviu falar? Eu assisti um filme sobre ele e o Allen se tornou um dos meus diretores preferidos. Não sei por quê, vejo Allen e lembro do Crumb. Ainda mais agora que vi esse filme sobre o tal guitarrista, lembro do vício do Crumb por blues antigo, faço uns links na minha cabeça e taí, Allen e Crumb, tudo a ver. Antes eu achava o Allen chato, lembro dele e uns boatos idiotas, para mim ele tinha cara de coitadinho, mas agora eu gosto dele e ponto final. Pra mim ele é bom, e pronto. Adoro filme sobre música. Ray, Poucas e Boas, Johnny & June, só pra lembrar, assim, assim. Adoro, é o tipo de filme que eu queria decorar as falas, ou então publicá-las todas aqui. Mas não dá. Tenho que ser original, mesmo que o título do blog me diga que não. Deixa eu ir andando, dia de passar roupa, tá frio e eu adoro.

2 comentários:

Estela Carvalho disse...

Some de mim não...
Escreve!

Migh Danae. disse...

Nem consigo... ehe.