Você que me lê, me ajuda a nascer.

quarta-feira, agosto 02, 2006

Que egoísta que eu sou.

Foi só ouvir que ele ainda me amava que me deu vontade de desligar o telefone. Egoísta eu também sou minha gente, e aí mora o perigo. Todo mundo sabe apontar o que tem de feio nos outros, mas se esquece de olhar pro próprio rabo. Então eu vim aqui hoje, mesmo cansada e com muito sono, escrever que sim, eu tenho defeitos. Eu sei que vocês sabem, mas eu tinha que dizer aqui, pra parecer mais defeito e para redimir almas. Estou me aproveitando da situação para não responder às minhas perguntas. Me disseram hoje que eu sei tanto o que quero que pareço quase um homem. E que por isso perco um pouco da minha feminilidade. Aha. Entonces, aproveitem. Tem quase uma semana que eu não sei direito o que quero. Ou, tomando emprestado umas outras palavras, eu sei o que quero, só não sei como fazer acontecer. Quer dizer que essa semana tou toda feminina, com direito a choro de ciúme e saudade, e briga com palavrões impublicáveis nesse blog. Ou seja, você que amo tá lá do outro lado do mundo, e eu que me amo tou aqui, sem saber se quero ir te amar lá longe. Estou me aproveitando da confusão para sair de banda, mas sem música nem nada, só o som da con fusão na minha cabeça. Ah, de qualquer modo, eu tenho que dizer também que ultimamente eu tenho me sentido muito bem, digo, bonita, divertida, inteligente, essas coisas todas, estou mesmo me sentindo uma garota legal e aquela que todo mundo quer do lado, seja por que você me disse, mas por que eu sinto que sou mesmo, e quando eu consigo, mesmo depois de brigar com o mundo, olhar pra Lívia e sorrir fazendo careta pra ela no meio da tarde, ou rolar com o Giulio só pra fazer cócegas no seu nariz, eu sei que sou mesmo muito legal. Olha só, seria bom esquecer tudo isso e tirar uns dias numa casinha dessas, imaginando que seria sempre pra sempre. Né?

4 comentários:

Estela Carvalho disse...

acho que tem volta tudo isso

Migh Danae. disse...

Puxa, Té, que bonito isso. Nunca pensei que alguém viesse aqui postar isso. Acho que me deu mais vontade ainda de te escrever.
Brigada. Mesmo.

Ailton Junior disse...

Gostaria que você lesse o ultimo poema que postei no blog...
acho que você vai se refletir nele...

ou não!

=)

beijos

Grace disse...

Um amigo me contou q ficou 2 horas no gancho com uma mina lá e se arrependeu, disse q falou por falar e a coisa descambou mesmo... Mas ouvir Te amo é tão gostoso, de vez em quando e sem atrapalhar.