Você que me lê, me ajuda a nascer.

sexta-feira, junho 30, 2006

Não sei.

A gente sempre fica assim meio sem saber no que acreditar, né? É normal as pessoas terem segredinhos? É normal tu ficar se sentindo meio perdida? É normal tu perceber que depois de velha virou troféu, como naquela época em que tu tinha 14 anos e era a garota mais bonita e inteligente da classe? Não, eu nunca fui a garota mais bonita e inteligente da classe, mas estou me sentindo no meio de uma disputa ferrenha pela minha atenção, carinho e cuidado. Vale tudo? Todas as armas? O que é que pode e o que não pode? Quem define? Quem tá certo? No amor e na guerra vale mesmo tudo? Não sei, tou assustada, nunca provoquei terremotos e não sei lidar com eles. Alguém se habilita? Fica sozinho ainda é a melhor pedida, depois de tudo? Só não quero ter que começar tudo de novo. Cansa e chateia às vezes. Quer casar comigo?

4 comentários:

Daiza disse...

Estou em trabalho de parto: vai sair um e-mail! arghhhhhhhhhhhhhh........

Ailton Junior disse...

Ah, a ofera é boa!

Estela Carvalho disse...

Bom, eu não posso porque eu já casei... kkkk
Mas de qualquer forma, boa sorte aê...
:-)

Migh Danae. disse...

Aí não vale.