Você que me lê, me ajuda a nascer.

quinta-feira, março 10, 2005

Tatuagem

Ela tatuou uma estrela azul do lado direito do seio direito. E todas as vezes que se apaixonava, antes de se descobrir inteira, dizia ao amado escolhido que havia um presente no seu corpo para ele. Quando aquela paixão eterna acabava, ela ia embora às lágrimas, fazendo-os sempre mais culpados por conta daquela marca em seu corpo. Até que um dessas paixões arrebatadoras lhe perguntou o porquê da estrela azul, já que era um presente para o namoro, que fosse aquele símbolo que teve a ver com nosso começo, nosso amor. E ela, já chateada, respondeu: "Mas você não se lembra do céu, como estava cheinho de estrelas no dia em que a gente se viu? E aquele carro azul na esquina que você me esperava?". Lhe chamou de insensível e lhe fez jurar nunca mais tocar no assunto.

Nenhum comentário: